Acompanhe:

  • White Facebook Icon
  • White Google+ Icon
  • White YouTube Icon

Gostou do site? 

Espíndola Imobiliária - CRECI/CE: 847J

Av. Santos Dumont, 2828, Loja 12 e Sala 1108 - Aldeota - Fortaleza - Ceará

Fone: + 55 (85) 3461.1166 / (85) 98810.1166

contato@espindola.imb.br

saiba como chegar

Somos associados à: 

Ceará Rede Imóveis
Secovi Ceará
Associação dos Administradores de Imóveis do Ceará
Notícias: 

Hotéis e alimentação teriam 5,7 mil empregos

A escolha de Fortaleza como sede do hub da TAM resultaria em impacto de US$ 54,1 milhões nos setores de hotéis e alimentação, a partir do segundo ano de operação, implicando na geração de 5,7 mil empregos. Já os segmentos de transporte e armazenagem criariam 4,8 mil novas vagas, com impacto de US$ 54,1 milhões. Os dados são do estudo da consultoria Oxford Economics, contratada pela TAM para analisar os impactos do hub.
  
Conforme o documento, o comércio e a manufatura gerariam, respectivamente, 3,6 mil e 1,2 mil novos empregos. Por sua vez, os serviços domésticos e o leasing imobiliário resultariam, respectivamente, em mais 800 e 100 vagas na Capital.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Beto Studart, avalia que a vinda do hub da TAM geraria "uma grande mudança" no Ceará, associada a outros empreendimentos já instalados no Estado. "Quando se tem uma instituição como a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) e o hub da TAM, automaticamente terá um grande número de pessoas sendo formadas e orientadas. Então a grande mudança, além da econômica, é a intelectual", argumenta o líder do setor industrial.
 
De acordo com ele, a indústria local poderá ter a demanda triplicada com o impacto do projeto da companhia aérea. "A indústria vive no centro de toda a organização social. Tudo o que houver de incremento nos negócios passa automaticamente pela indústria. Acredito que esse hub pode triplicar o nosso movimento aeroportuário. Nós temos 6,5 milhões de passageiros e podemos elevar esse valor para 18 milhões com tranquilidade", diz Studart, que acredita que esse incremento será refletido diretamente na indústria do Ceará.
 
Vetor de crescimento
 
Para o economista Francisco José Lima Matos, representante da Fiec no Conselho Temático Permanente de Política Industrial e Desenvolvimento Tecnológico (Copin) da CNI, o hub será uma nova âncora na área de serviços, que ampliará os horizontes do Estado. "No turismo, por exemplo, passaremos a ser conhecidos. Sem dúvida temos um novo vetor de crescimento do Ceará".
 
Ele acredita que o hub contribuirá para transformar o Ceará em uma central de negócios. "Esse é um sonho antigo. Já discutimos há uns dez a quinze anos de o Ceará se tornar uma central de negócios pela sua localização geográfica. Sem dúvida, o hub é um dos itens que poderão alavancar isso", afirma.
 
O empresário Roberto Macêdo reforça que "o hub vai trazer para o nosso Estado e para a nossa cidade um ponto de apoio para o mundo". "O hub é o coroamento de um projeto de grande envergadura", resume.
 
Empenho
 
O comércio de Fortaleza vem se empenhando ativamente para garantir que o hub da TAM se concretize na Capital. A campanha "Comércio unido pelo hub da TAM", da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), é a principal a estratégia adotada pelo varejo desde o início de setembro, quando lojas associadas da CDL passaram a distribuir com seus clientes adesivos alusivos à campanha disponibilizados pela entidade. O presidente da entidade, Severino Neto, traduz a importância do hub da TAM. "Significa mais emprego, renda e benefícios para a cadeia produtiva do turismo cearense. O varejo enxerga que o turismo é o nosso grande diferencial”, frisa.
  
Fonte: Diário do Nordeste